Mykonos-38

voltar a introdução 

voltar a Mykonos-37

   Os dois se despediram e voltaram separados para a Grande Pedra, Laura prosseguia observando a movimentação do casal e concluiu que a mudança de Jonas realmente foi causada por algum mal que devia estar acometendo seu amante. Naquela noite, ela inquiriu Joninho como quem não estava muito interessada no assunto:
   – O seu pai brigou com sua mãe?
   – Como assim, os dois foram feitos um para o outro, não me lembro da última briga que tiveram.
   – Mas, porque será que ele se mudou para a caverna de seu tio?
   Joninho respondeu contrariado.
   – Eu não sei, meu pai não me conta nada a respeito da vida dele.
   E deu por encerrado o assunto.
   Laurinha não se conteve e disse:
   – Acho que você devia perguntar, afinal, você é o líder da comunidade e ninguém pode fazer nada antes de pedir sua autorização.
   Joninho pensou um pouco e decidiu não criar polêmica, disse:
   – Laurinha, cuida da sua vida, eu sou o líder, mas papai é dono da vida dele, ele que more onde quiser. Não me interessa saber porque ele se mudou para a caverna de meu tio.
   A esposa de Joninho não conseguiu seu objetivo de usar o marido para saber o que estava acontecendo, mas não desistiu. Resolveu procurar Luizinha, pois Laércio era muito amigo de Fernando, com certeza ele saberia de alguma coisa. A irmã mais velha ficou intrigada com a curiosidade repentina de Laura, disse que não sabia de nada, mas no fundo estava desconfiada que a irmã tinha segundas intenções fazendo tantas perguntas.
   Assim que Laércio chegou da lida, Luizinha perguntou-lhe a respeito do motivo de Jonas ter ido morar com Atílio. Este desconversou e não disse nada, pois ele também sabia do envolvimento da cunhada com o irmão de Jonas e para não criar um grande atrito entre as famílias resolveu se calar. Laercio tinha muita consideração pela família de Jonas, todos os irmãos o ajudaram muito em momentos que achava que não conseguiria mais prosseguir de tanta angustia e sofrimento. A única vez que se indispôs com um deles, foi quando descobriu, por acaso, o envolvimento amoroso entre Laura e Atílio. Laércio ficou tão possesso que chegou a agredi-lo fisicamente, mas depois resolveu retroceder e guardar segredo, pois a cunhada também não era digna de tanta consideração. Tinha prometido em nome de seus falecidos pais que jamais iria se intrometer novamente no caso entre sua cunhada e o irmão de Jonas, por isso, Luizinha não conseguiu saber absolutamente nada através do marido.
   Enquanto as duas irmãs se desdobravam para descobrir o motivo de Jonas estar morando com Atilio, Maila tentava fazer a sua parte. Naquela noite, ela discretamente foi até a caverna de Ana conversar com Rosana. Assim que chegou, encontrou Rafael preparando algumas infusões e Ana fazendo o jantar. Ficou confusa por não ver Rosana, disse:
   – Ana, preciso falar com Rosana, ela saiu?
   A esposa de Rafael parou o que estava fazendo convidou a amiga para sentar, respondeu:
   – Rosana já vem, ela foi buscar água no riacho, mas você pode nos dizer o que veio falar com ela, eu sei de tudo.
   De início, Maila ficou confusa, mas como Jonas tinha dito que Rafael sabia de tudo e com certeza Ana também sabia, ela disse:
   – Então você já deve saber que Rosana veio me procurar para conversar sobre Atílio.
   – Sim eu sei, mas sei também que Atílio está envolvido até o pescoço com sua nora e eu não quero que minha amiga sofra. Nós nunca contamos nada a ela porque sabíamos que sofreria e como ela já tinha se conformado em não mais se aproximar de seu cunhado achamos melhor poupá-la deste aborrecimento. Eu e Rafael só ficamos sabendo que Rosana conversou com você depois que ela já tinha te procurado, pois se tivesse pedido nossa opinião nós a impediríamos, Atílio não é digno de uma moça tão dócil e serena.
   Neste momento, Rafael se aproximou e disse:
   – Maila, diga a Jonas para esquecer o que Rosana te falou, como disse Ana, Atílio não merece o seu amor.
   Maila fez menção em sair, mas algo lhe dizia que precisava insistir.
   – Ana, Rafael, eu fiquei sabendo ontem do envolvimento entre Atílio e Laura, isto porque fui terminantemente contra a mudança de Jonas para a caverna do irmão. De início fiquei horrorizada, pensei em contar tudo para Joninho, mas depois que Jonas me disse que Atílio se sentia enfeitiçado por Laura e que a mulher que ele sempre amou era Rosana, e que o que mais desejava era casar-se com ela  e se ver livre definitivamente de minha nora eu pensei melhor. E quando logo em seguida, Rosana me procurou dizendo que amava Atílio e que se ele quisesse ela se casaria com ele, fiquei inclinada em ajudá-los.
   Ana parecia totalmente alheia as palavras de Maila, mas Rafael ouviu atentamente, perguntou:
   – E Jonas o que diz de tudo isso?
   – É claro que Jonas quer o melhor para o irmão, mas também quer puni-lo por um ato tão desclassificado, ele disse que se Atílio quer realmente resolver este assunto definitivamente ele terá que deixar a comunidade, caso contrário, ele mesmo se incumbirá de contar ao nosso filho.
   Ana pareceu agora se interessar mais pelas palavras da amiga, disse categoricamente:
   – Maila, eu apoio totalmente a posição de seu marido, a situação não pode continuar como está.
   Neste momento, Rosana entra, carregando dois baldes de água. Assim que vê Maila corre a abraçá-la e sem ao menos deixar que alguém pronunciasse alguma coisa, falou:
   – E então? Jonas falou com Atílio?
 Os três ficaram totalmente sem reação. Rosana percebendo o embaraço prosseguiu:
   – Ele não me quer mais, é isso?
   Maila recomposta, disse:
   – Não Rosana, Jonas ainda não falou com o irmão. Jonas me disse que ele quer deixar a Grande Pedra, talvez mudar-se para Atenas ou Creta.
   Ana aproveitou o momento de silêncio dizendo:
   – Acho que é o melhor que ele tem a fazer, talvez longe daqui ele recupere a saúde.
   Rosana olhou firmemente para Maila, falou:
   – Diga a ele que se ele quiser se casar comigo e partir, eu concordo em ir junto.
   Ana deu um grito de desaprovação:
   – Você está louca Rosana, onde já se viu mudar-se daqui para ir atrás de um…
   Rafael lançou um olhar fulminante de desaprovação em direção a esposa, que entendeu a reprimenda, prosseguindo mais amenamente.
   – Quero dizer, de um homem com a saúde tão debilitada.

continuação…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s