Mesmice de Sempre

O elevador parou
O garoto saiu
Correndo
Como faz todos
Os dias

Abriu a porta
Do apartamento
E gritou:
Manheeê!!
Quero almoçar!

Como assim?
Gritou a mãe!
Estou atrasada
Não tem nada pronto

Então,
Vou comer bolacha!
Tô com fome!

Meu Deus!!
Gritou a mãe
Novamente

Você pensa
Que sou
Sua empregada?

Penso sim!!
Disse o menino
Silenciosamente…

Afinal,
Foi ela que
Me colocou
Pra viver
Esta vida chata!

Agora
Tem mais
É que fazer
Tudo que
Eu quero!!

Hummm…
Coça a cabeça
O anjinho Miguel
O guardião
Da criançada!

Que confuso!
Exclama ele
Este menino
Precisa aprender
Uma lição!

O garoto,
Todo Senhor de si
Disse para mãe:
Não quero mais comer!
Vou pra casa de meu pai!

A mãe,
Quase teve
Um chilique
Pegou o chinelo
E partiu para
Dar uma coça no filho

Anjinho Miguel
Já desconsolado
Exclamou:
Essa mãe
Precisa aprender
Uma lição!

Imediatamente
Um batalhão
De Anjos amigos
Se achegaram
Ao Anjo Miguel

Nós te ajudamos!
Disseram todos
Ao mesmo tempo

E assim foi…
Quando  a mãe
Pensava no filho
Lá vinha
Um pensamento
Preciso ter
Mais paciência!

Do mesmo modo
O filho também
Começou a pensar
Em quanto a mãe
Se sacrificava
Por ele

E assim…
Por força
De vontade dos dois

A mesmice de sempre
Foi quebrada…
Chegando o dia

Em que
O Anjinho Miguel
Acompanhado dos
Anjos amigos

Comemorou
O abraço fraterno
Que mãe e filho
Trocaram

Presenciaram
As  energias
De agradecimento
Se desprendendo

Inundando
Tudo e todos!
Melhorando a vida
Iluminando
Os corações!

Poeta Estelar
by Elza Horai


Tudo tem um Motivo

Buscando energias afins percebe-se que quando a irritação e o mau humor tomam conta do contexto, a tendência é aumentar a segmentação que urge imperiosa entre os seres humanos. Independente se falamos de membros da mesma família ou não.
Subitamente pode-se alargar a visão em torno da causa real dos conflitos quando simplesmente leva-se em consideração as inúmeras dimensões que compõem o imenso Universo. As mais distantes dos olhos terrenos vibram em uníssono com o Amor Universal, as mais próximas, sofrem influencias cada vez mais densas.
É compreensível, pois de aproximando de lugares onde se necessita transformar o ódio em solidariedade, o egoísmo em compaixão, o luto em luz, a tristeza em alegria, o medo em entendimento – a harmonia das vibrações emanadas por seres que já se integraram ao âmago da Luz, vai ficando cada vez mais contaminada por distorções próprias de um Planeta Escola.
Olhando especificamente as relações entre mãe e filho, muitas vezes, no primeiro momento, se enxerga apenas o mau humor e a inflexibilidade imperar, não se vê um raio de luz iluminando esta sinergia. Abrindo mais o entendimento e levando-o para o momento anterior a fecundação, se vê a alegria da mãe em poder receber em seus braços um novo membro da família, do outro lado, um espírito antigo transborda de felicidade pela nova oportunidade concedida.
Com o passar do tempo, aparentemente tudo muda. O filho que chegou já se esqueceu da malinha de tarefas que trouxe ao voltar, exige da mãe que faça a parte dela e a dele também. A mãe cerra os olhos diante de tarefa tão árdua, começa a girar em círculos, aumentando cada vez o abismo entre o objetivo e o caminho que a levará chegar até ele.
As dificuldades que vão surgindo, as mazelas que muitas vezes fazem com que a luz vermelha acenda na consciência da mãe, são meros ornamentos para que o aprendizado ocorra. Se o entendimento da real razão de Deus ter permitido que estes espíritos se confraternizem em prol do amadurecimento de ambos, aflorar  à consciência, mesmo que sem muita clareza, a harmonização ficará a um passo de ser conquistada.
Que a verdade prevaleça!
Osmar Silva
Membro da Plêiade do Amor Universal
psicografia Elza Horai

Imagem de apresentação do post – pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s