Vencendo o Medo

Nasceu medroso
Com dois anos
Não ficava sozinho

Com cinco anos
Não brincava
Na rua

Com sete anos
Não andava
De bicicleta
Não nadava
Não era feliz

Mamãe tranquila
E amorosa
Papai trabalhador
E corajoso
Vovó alegre
E brincalhona
Vovô amigo
E prestativo

Com doze anos
Concluiu
A vida é ruim
Não quero crescer
Não quero casar
Não quero ter filhos

Com quinze anos
Sentou no sofá
Fechou os olhos
Disse

Santo Anjo do Senhor
Me ajude!
Eu quero ser feliz!

Pronto!!
Uma multidão
De anjinhos
De todas as castas
Se apresentaram

Os anjos protetores
Disseram
Vamos guiar
Seus passos

Os anjos cantores
Afirmaram
Cantaremos
Para te dar coragem

Abriu os olhos
Respirou fundo
Falou
Mamãe, quero ser cantor!

Como assim?
Você tem medo
De gente!

Respirou novamente
Fechou os olhos
Pensou
Ela tem razão!

É melhor
Não pensar
Mais nisso

De repente,
Um raio luminoso
Atingiu
Seu coração

Esboçou
Um sorriso
Levantou do sofá

Foi à cozinha
Disse a mamãe
Vou ser cantor
Custe o que custar

Aos dezessete anos
Cantou no coral
Da igreja

Aos dezoito anos
Subiu no palco
Declamou poesia

Aos vinte anos
Curou o medo
Enfrentou a vida
Gravou um disco
Deu autógrafos

Isto,
Porque um dia
Desejou
Desejou muito

E o Universo
Enviou
O auxilio

Ou melhor
Mereceu
Foi auxiliado

Deus ouviu
Seu pedido
Ergueu
A varinha mágica
Apontou
Seu coração

E a coragem
Invadiu
Seu espirito
Pronto!!

Poeta Estelar
by Elza Horai


Homenagem aos Corajosos

A coragem é uma característica que faz parte de todos os seres humanos. Nasceu, já é corajoso. Cresceu um pouquinho, ouviu a voz que vibra lá no fundo, sentiu um arrepio, se lembrou que pode não ser tão corajoso como imaginava ser. Suspirou fundo, concluiu, sou medroso. E assim a vida segue, dia após dia, driblando o medo de prosseguir seguindo. Alguns, pelo contrário, já demonstram desde a mais tenra idade o perfil dos corajosos, fazem aflorar este dom, inerente a todos os filhos de Deus.
Neste texto, gostaria de exaltar os homens terrenos que indo contra a todos os instintos de se recolher, de deixar para lá, de correr sem olhar para trás, acabam enfrentando seus medos e superando toda e qualquer dificuldade que os fazem recuar.
Ter medo se torna um entrave a se mensurar, pois não dá para fazer ideia o quanto esta atitude pode ser prejudicial a evolução de cada um. Ensinamentos de luz se tornam ofuscados pela mente que teima em se achar incapaz de assimilá-los, por conta do medo que invade o espirito toda vez que algo lhe soa aprazível, isto porque, ele se acostumou a não levar em conta aquilo que possa lhe trazer equilíbrio e paz.
“Homens iguais a todos os outros” que durante milênios se colocaram no lugar de donos da verdade, acabaram por incutir na mente que se tornou medrosa, retaliações de toda ordem, caso a crença em um Deus Amor que apenas direciona e não pune, fosse assentada no espirito eterno daquele filho que titubeou diante da encruzilhada de seguir sua própria intuição ou acreditar em um irmão exatamente igual a ele, que se propus, em benefício próprio, espalhar o medo.
Apenas aqueles que se decidiram em prol de colocações verossímeis com sua verdade, conseguiram fazer aflorar a coragem latente ao seu espírito. São a esses que desejamos agradecer, pois sem eles, a evolução do Planeta Terra do estágio de Expiação e Provas para o de Regeneração, não estaria sendo alcançado. E aos menos corajosos, pedimos que se voltem a reaprender tudo que supostamente sabem no que diz respeito a relação dos homens terrenos com Deus – O Pai Eterno!
Osmar Silva
Membro da Plêiade do Amor Universal
Psicografia Elza Horai

imagem de apresentação do post pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s