Margaridas do Campo

Olhem! Apreciem a beleza!
Usem seu coração
Para agradecer…
O quadro irretocável

Sem as mãos humanas
As margaridas floresceram
Para te dizer…

Não pensem que estou aqui
Por obra
Do vento norte
Que espalhou as sementes

Da chuva
Que permitiu
Que eu florescesse

Do sol
Que me forneceu
Energia

Do orvalho da noite
Que me cobriu
De umidade

Da terra
Que me alimentou

Alguns dirão,
Agradecer a quem?
Por quê?

Se margaridas
Não servem
Para comer!

Este agradecimento,
Não se deve
A nada comestível

Nem a algo útil
A não ser enfeitar caixões…

Pois nem ao menos
Seu aroma é agradável

Improvável
Que sejam colocadas
Em vasos
No centro da sala

Mas por que elas florescem?
Se não servem para quase nada?

Voltando ao quadro irretocável
Não preciso esclarecer mais…

Deus criou as margaridas
E tudo que nos rodeia
Para nos presentear

Com alimento para o corpo
Com alimento para a alma
Com alimento para a mente
Com alimento para prosseguir

Vivendo e cumprindo nosso papel
De alunos sedentos para se formar

Tratar com desdém
Qualquer presente do Pai
Só atrasará a formatura

Enquanto não se aprender
A valorizar
Tudo de útil
E tudo de inútil

Que se ganhou
Por obra da bondade
De nosso Criador

É impossível passar de ano
Repetir todas as lições
É o único caminho a seguir…

Poeta Estelar
by Elza Horai


Repetir para Aprender

É bem difundida a crença que todos aprendem, independente do grau de inteligência. Os alunos mais atrasados devem se esforçar para alcançar os mais ligeiros, talvez demore um pouco, mas sempre se atinge o objetivo. Força de vontade, foco, esforço, deve ser a companhia constante daqueles que desejem superar as dificuldades. Deus, como um professor austero – cobra. Mas nunca deixa de oferecer mais tempo e mais revisões nas lições mais difíceis de assimilar.
Resta ao aluno/homem terreno se conscientizar que o Planeta Terra é uma escola e que estas dúvidas com relação ao motivo de se estar vivendo aqui, não tem razão de ser. Enquanto, uns reclamam, não prestam atenção nas lições passadas, choram, pedindo que Deus os poupe de tantas provas; outros, se empenham em aprender cada vez mais.
Com relação a Misericórdia Divina não existe distinção, alunos atrasados e alunos estudiosos tem o mesmo valor, a diferença é que os primeiros terão que repetir tudo que não foi apreendido, quantas vezes forem necessárias. Os outros se formarão mais cedo e se tornarão auxiliares do Grande Mestre, exatamente como vemos acontecer nas tradicionais escolas terrenas.
Aimanon Constantinus Crione
Membro da Plêiade do Amor Universal
psicografia Elza Horai

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s