Sempre Vivo

O que
É a morte
Senão
Um momento
Como outro
Qualquer?

O que
Se sente
Neste
Momento?

Leveza
Ou
Tristeza?

Agradecimento
Ou
Revolta?

Depende
De como
Se viveu
A vida
Que
Se finda

Preocupou-se
Em doar
Sente-se
Leve
Como
Uma paina

Esqueceu-se
Que viver
Independente
De
Enriquecer

O corpo
Físico
Faz falta

O Espírito
Pesa tanto
Que
Não
Sobe… Sobe…
Como
Deveria

Pelo
Contrário
Gruda-se
A crosta
Terrestre

Que só
Muito trabalho
Reverterá
Este
Traçado

Ninguém
Está
Preparado
Para
Partir

A não
Ser
Aqueles
Que
Primaram
Pelas
Boas
Ações

A morte
Causa
Repulsa
E
Medo

Mas…
Deveria
Ser diferente…

Significar
Libertação
E
Novos horizontes

Na verdade
Chegará
O dia
Que
Ninguém mais
Temerá
Esta
Tão
Malfadada
Passagem

Pelo contrário
Todos
Desejarão
Que ela
Rapidamente
Os recolha

Pois
Viver
Em um
Planeta de Regeneração

É sinônimo
De estar
Preparado
Para viver
E para morrer!

Poeta Estelar
by Elza Horai


Por que temer a Morte?

A morte não existe. O que ocorre, é  que o corpo físico sucumbe a tristeza, as doenças, ao envelhecimento. Tratar o corpo físico como sendo o único veículo que anima uma existência é ter um entendimento estreito dos mistérios que permeiam a Criação e a inteligência Divina. A morte do sustentáculo do Espírito eterno é absolutamente natural, pois, um amontoado de células tem um prazo de validade, se assim não fosse, o corpo físico seria um agrupamento de partículas cujas funções não seriam condizentes com as necessidades de mobilidade e crescimento.
Temer a morte que não existe, se reveste na necessidade de se rever crenças calcadas em pilares sem o embasamento da razão e do bom senso, indo mais à fundo, se chega a uma equação simples: Se Deus, o criador do Universo é absolutamente perfeito, por que não, a morte do corpo físico não ser algo natural e necessário?
Todos nós, independente se galgando a liberdade concedida aos filhos em momentos de transição para uma nova vida terrena ou se gozando o enclausuramento imposto pelo corpo físico, temos a transparência de Espíritos criados à imagem e semelhança de seu Pai, isto quer dizer, que somos, como ELE, justos, condescendentes com os deslizes dos irmãos, amigos em todos as situações, emanamos LUZ, somos misericordiosos, e também, isentos de temores sem fundamento. Necessitando apenas, vencer as barreiras do ego e se descobrir por inteiro: uma centelha de Luz que foi criada para iluminar todos os caminhos.
Aimanon Constantinus Crione
Membro da Plêiade do Amor Universal

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s