A Loteria da Vida

Olhou
A Vida do vizinho
E disse:
Bem que eu
Queria ser
Como ele!

Não trabalha
Tem tudo
De mão beijada

Bem que gostaria
De mudar
Minha Vida

Mas como?
Se não
Levanto cedo
Pego no batente…

E a comida
Em cima
Da mesa?

E o colégio
Das crianças?

E a viagem
De férias?

Vida madrasta!
Dá pra uns
Tira de outros

E aí entro eu:
Que grande
Cara de pau
Este nosso Amigo!

Não fez por merecer
Em outra vida
Agora reclama!

É certo
Que sem
Razão

Pois trabalhar
Todos precisam

O outro
Que não trabalha
E é motivo
De inveja
De nosso amigo

Com certeza
Está fazendo
Tudo errado

Dinheiro
Vida Boa
É sinônimo
De grandes
Débitos

Agora…
Fazer mas reclamar
De nada vale

É mais pedra
Pra carregar
Em futuro
Amanhecer

Usar
O recurso
Da critica
Com parcimônia

É limpar
A aura

Azeitar
Os chacras

Sutilizar
O Espirito

Quem
Determina
A dureza
Da Vida
É cada um

Com certeza
Já sabia
E aceitou

Pois caso contrário
O final da jornada
Não seria
Visualizado

Portanto,
O certo
É agradecer
Sempre

A oportunidade
De trabalhar
De melhorar
De angariar créditos

Para tão logo
Possível
Bater à porta
Da Casa do Pai!

Poeta Estelar


Aceitar e Seguir

Ter complacência com a vida que lhe foi destinada é a medida mais ponderada a ser tomada. Ter resiliência ao analisar o porquê de tantos desafios é acionar a sabedoria do Espirito, dormente mas não impassível. Ter fé é cercar-se do mais poderoso antídoto contra os males do corpo e da mente. O homem que segue sem aceitar, é um robô programado para pifar no primeiro curto circuito, é um autômato que vive sem saber porque; que come, que anda, que respira, mas literalmente não sente quão precioso é cada passo, cada inspiração, cada alimento.
É muito fácil se fazer de rogado e reclamar, pois esta atitude não demanda nenhum tipo de esforço em buscar aprender mais. Ilusoriamente aquele que reclama se sente o alvo das atenções, não se preocupa com o quanto de inconveniente está causando para seus pares, e o pior, palavras geram energias, e neste caso, de baixíssima vibração que ao se ligar a outras com a mesma escala vibratória tem o poder de gerar ainda mais malefícios para quem reclama.
Por outro lado, também é muito fácil dar uma de sabe tudo e dizer que o correto é aceitar as pedras no caminho e seguir; desviando, pulando, retirando. Na verdade, é muito difícil passar a receita correta do enfrentamento, cada um recebe a medida de sua necessidade para crescer, mas o que eu posso afirmar com toda convicção é que jamais um Pai tão sábio quanto o nosso daria uma tarefa maior do que a capacidade de realização de seu filho.
Osmar Silva

loteria-da-vida-renata
A foto que ilustra o post da Poesia “A Loteria da Vida” foi clicada na cidade de Paraty-RJ e gentilmente cedida pela Amiga, Renata Jesus Dias – Membro da Plêiade do Amor Universal.

2 comentários

  1. Aprendi que reclamar não ajuda,mas que para conviver , temos que buscar sim o DIÁLOGO .
    Primeiramente ,parar para pensar,nos porquês. Buscar entender o contexto.Depois fazer uma prece ao alto, para que possamos fazer ao próximo, o que gostaríamos que fizessem conosco.Mas,uma coisa no meu ponto de vista,é imprescindível: NÃO SER CONIVENTE COM EQUÍVOCOS E PROCURAR AJUDAR A CORRIGIR.Entender a fase evolutiva de cada um.Estender a mão,para que possamos continuar juntos,sem angariar mais débitos. Afinal eu perdôo,e ajudo,para que também,eu possa ser perdoada,e ajudada(todos somos seres em aprimoramento) . VIVER É APRENDER A SER MAIS HUMANA. E A MAIS PODEROSA FERRAMENTA DE TRABALHO PARA ISSO É O DIÁLOGO…..ESTENDENDO A MÃO E O AMOR .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s