Juventude Silenciosa

Lá pelos idos de 2005…
Desencarnou
Um dos lideres
De um grupo de jovens,
Cuja bandeira
Sempre fora
A Paz entre os povos!

Chegando aqui
Nos confidenciou
Que sentia
Que sua missão
Tinha sido interrompida
Sem que ele
Sentisse que tivesse
Atingido seu objetivo primeiro:

Ver as Nações ricas
E as Nações pobres
Apertarem as mãos
E selarem um pacto
De auxílio mutuo
Da condescendência com
Os menos favorecidos
De amor irrestrito

De lá para cá
Passaram-se exatos
Dez anos terrenos
Nosso amigo
Assiste daqui
Sua semente brotar
E dar frutos
Através dos filhos
De sua geração…

A colheita
Dos atos
De amor e generosidade
Obedece o mesmo
Calendário
De uma plantação qualquer…
Os frutos demoram
A nos brindar
Com sua plenitude

Mas quando isso acontece!
A vontade é mesmo
De dançar
Tamanha a felicidade…
Ele vive nos dizendo:
Fulano de tal
Conseguiu o cessar fogo
Naquela guerra ignóbil
O acordo que tal
Presidente chancelou
Parece que auxiliará
Na Paz do Oriente Médio

Mas o que tenho
Certeza absoluta
É que tudo que foi plantado
Depois da Segunda Guerra Mundial
Pelos Amigos do Bem
Como meu companheiro
De longas jornadas

Estão trazendo ao Planeta Terra
Uma colheita sem igual
Em forma
De atitudes
Voltadas para Paz
Focadas na União
Induzidas para o Bem
Levadas pelo Amor
Conduzidas pelo Pai

Amigos, repito novamente…
Todos podem auxiliar
Apenas focando seu pensamento
Que tudo que os Amigos do Bem
Construíram e constroem
Se tornará realidade
Esqueçam a pergunta…
Será??

Ela denota ignorância
Nas palavras de Nosso Senhor
Que nos conduzirão
Em direção a Casa do Pai
Portanto, titubear
Diante da certeza
Que a Paz um dia reinará
Em todos os Continentes…

Que os homens privilegiados
Materialmente
Receberão irmãos desfavorecidos
Em seus Países…

Que o Amor sem condições
Será o refrão das atitudes
De todos os homens terrenos…

Levará os que assim se colocam
Ao mar revolto das atitudes
Sem acolhimento do Alto!
Portanto, CREIAM
Que os jovens silenciosos
Não plantaram inutilmente…
A colheita farta
Teve inicio
Auxiliem, focando no Amor!

Nosso companheiro,
Que desencarnou em 2005
Agradece aos inúmeros
Amigos do Bem
Espalhados por todos os Continentes
Que prosseguem sua Obra…
Muitos deles,
Ele abraçou pessoalmente!
Enquanto esteve
Vivendo sobre o Planeta Abençoado!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s