Janela Aberta

Passeava pela Colônia
Onde atualmente resido…
Pelas ruas revestidas
Com as pedras coloridas
Das montanhas Mineiras
Caminhava despreocupado…

Garanto que não pensava em nada
Apenas apreciava
A paisagem privilegiada
Flores inexistentes na Terra
Árvores de tantas matizes
Que confunde nossos olhos
Pássaros! Nem se fala!
Cores tão diferentes
Que faria inveja
Ao renomado pintor!

Eu sei que muitos não acreditam
Que poderão morar
Em um Paraíso como este
Depois que ultrapassarem
A barreira da vida terrena
Mas porque será tanta descrença?
É claro porque não acreditam
Nas palavras de Jesus:
“Meu Reino não é deste mundo”
Se acreditassem…
Não teriam tanta dificuldade
Em visualizar
A minha Casa atual

Gostaria de detalhar
Mais um pouquinho
O meu passeio matinal…
No fim do caminho
Ladeado por hortênsias
Salpicadas de luzinhas douradas
Cheguei ao meu destino:
O Parque das Águas…
Vi pescadores
Vi esquilos e marmotas
Vi rapazes descansando
Vi cachoeiras que derramavam
Água em abundância
No riacho de águas cristalinas
Tudo muito igual
A inúmeros recantos
Que já tive o prazer de apreciar
Em várias oportunidades
De vestir o corpo terreno

Sempre me ponho a pensar:
Por que será que Jesus
Ao descrever seu Reino
Não deixou uma prova concreta
Para que as gerações futuras
Tivessem uma certeza maior…
Do que existe
Neste Universo Bendito!

Aí está o segredo!
Um grande professor como ele
Ensina seus alunos a pensarem…
Por isso tanto trabalho em grupo
Tanta pesquisa
E excursões para aprender in loco
Foi isso que Jesus fez:
Deu um Caminho…
Sem deixar uma única palavra escrita
E seus alunos até hoje
Compõem de acordo com seu esforço
E sua astúcia
O que eles entendem por
Doutrina Cristã!

Alguns chegam bem perto
Da verdadeira lição
Outros, nem tanto…
Mas a parte que nos fala
Do Reino dos Céus
Ah! Esta eu bem sei,
Por vivenciar…
O dia que nos encontrarmos aqui
Vocês dirão:
Poeta! Não é que você tinha razão!

Prossigam estudando
As lições do Mestre Jesus!
E de preferência
Analisem
Ponderem
Pesquisem
Antes de Concluir…
Talvez você esteja diante
Do trabalho de um ex-aluno
Que enquanto encarnado
Não entendeu direito
A VERDADEIRA lição!

Poeta Estelar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s