Xô, Vaidade!

Corpo feio?
Rugas?
Pálpebras caídas?

Pensem comigo
Noventa por cento
Do tempo
Se sentindo
Fora do contexto

Olham no espelho
E tudo desagrada
Nada para trazer
Um alivio

Talvez o sorriso
Seja exceção
Ou
Os dentes
A orelha

E aí
Corre-se
Para dar
Um jeito

Creme
Massagem
Cirurgia
E… nada!!
Ainda falta…

O olhar
Crítico
Prossegue
Implacável

É a vaidade
Consumindo
A Energia Vital

Aquela
Que nos deixa
Felizes
Plenos
Realizados

E os vaidosos
Transparecem
Alegria
Plenitude
Aos olhos
Que observam

Mas aos olhos
Que enxergam
A aura
Nada disso!!

As cores suaves
Substituídas
Por um cinza
Difuso

Impossível
De se alinhar
A Luzzz
Que emana
Da fonte primordial

E como
Resolver isso?

Fácil!!
Basta reformar…
Os sentimentos
As atitudes
O olhar
Que só enxerga
Defeitos

Em um conjunto
De células
Que nada representa
A não ser
Ser morada do Espírito

Ah! Agora chegamos
Em um ponto
Importante

Corpo físico
Bem cuidado
Significa

Alimentação correta
Exercícios suficientes
Para auxiliar
O coração
A distribuir o sangue
Sem esforço
Higiene diária
Respeito as suas
Limitações

Todos os outros
“Cuidados”
É mera perda
De tempo

Uma vida terrena
É um átimo de tempo
Mas também
Uma oportunidade
Imperdível
Para crescer
E se aproximar
Da Casa do Pai

Utilizem
Noventa por cento
De seu tempo
Focando
Neste objetivo

E vejam
Como não haverá
Do que reclamar!

Poeta Estelar
By Elza Horai

“Nada aflora a consciência quando retornamos para uma nova vida, mas o subconsciente está lá, trabalhando a todo vapor. Entende-se como aptidão, traços de personalidade, gostos, mensagens subliminares que estão armazenadas no campo sutil, prontas para serem resgatadas. Não só os grandes representantes de uma linha de conhecimento que “aprendem” sem esforço qualquer tópico ligado a sua área, como também, alguém que tenha qualquer tendência que não se encontra paralelo ao que foi colocado diante dela desde o seu nascimento nesta vida. Ser vaidoso, mentiroso, egoísta, invejoso, não se deve a criação, as más tendências, mas sim, um traço que a milênios faz parte da personalidade congênita do indivíduo. Não é necessário recordar, apenas compreender que esta vida é a oportunidade de reavaliar e mudar.”

Imagem de apresentação do post

Fernanda Suzuki por Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s