Cara ou Coroa

Que jogo
Que nada!
A Vida é sim
Previsível

Tudo pré-determinado
Imprevisível
São as escolhas…

É certo
Que renegar
A inteligência
Pode trazer
Grandes desafios

E aí ouvimos:
O jogo da Vida
Me colocou
Nesta enrascada

Pura
Falta de sorte!

Lamentar-se
Por escolhas
Mal feitas
É sim

Pura
Perda de tempo!

Se a opção for
Seguir a intuição
Nada dá errado!

É nela
Que está o mapa
Do caminho

Mas se assustou
Com as dificuldades?
Aí sim
Está o grande nó

Pensou em estudar Medicina
Desde pequeno
Tinha esse sonho

Ou melhor
Combinou
Antes de retornar
Que salvaria vidas

Doaria seu tempo
Em prol
Do irmão

Mas…
Renasceu
Cresceu

Sentia e sabia
Que aquele
Era o caminho

E as dificuldades
Atrapalharam
Os planos

Faculdade particular?
Sem dinheiro não dá
Pública?
Concorrência cruel

Esforço?
Meta?
Parceria com o Alto?
Não!!

Preguiça?
Sim!!

E aí
O “Jogo” da Vida
Atropela o jogador
Se tornando
Realmente

Uma competição
De sorte
De azar

Agora
A intuição
Sendo o leme
O jogo se desfaz

Vou ser médico!
Pensou o menino
Com dez anos

Preciso aprender
Tudo que puder
Afirmou
O adolescente

Não posso
Perder tempo
Tenho que me dedicar
Dizia o jovem
Aos amigos

E o caminho
Já traçado
Foi sendo
Percorrido

Não sem esforço
Nem sem dificuldades
Até que um dia
O almejado
Diploma nas mãos

Nunca consequência
Natural
De alguém
Que nasceu
Com uma estrela
Mais brilhante

Mas sim
Por obra
De muita Fé

Na própria
Capacidade
E no amparo
De Amigos
Invisíveis aos olhos

Mas que estão
Sempre por perto
Ajudando
A transformar
O jogo
Na certeza
Da vitória!

Poeta Estelar
By Elza Horai

“Trabalho é sim a peça mestra que impulsiona a vida e as conquistas. Nada se formata se não houver trabalhadores dispostos a arregaçar as mangas e ir à luta. Ninguém foi premiado com uma vida onde tudo acontece como um passe de mágica, sem esforço e dedicação. Cada um que neste momento vive em um canto qualquer do Planeta, trouxe em seu D.N.A. cósmico, o mapa dos trabalhos a serem realizados durante o período que se estende no nascimento à morte. Pelos olhos de Deus, a divisão é igualitária, ninguém com mais tarefas que outro. O que ocorre, é que muitos filhos, apesar de saberem o que tem que ser feito, se esquivam, e optam pelo caminho mais prazeroso, com menos esforço, mas também que proporciona mais frustração, muitas vezes escondida… mas que com o tempo, fatalmente se apresentará em forma de desequilíbrios do corpo energético e consequentemente de doenças.”

Imagem de apresentação do post

Olya Adamovich por Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s