Política à Parte

O garoto sorriu
O pai acompanhou
Ambos se entreolharam
E a Luz do Amor
Se intensificou…

A casa era pequena
Mas o coração era imenso
As crianças cantavam
Canções de Amor…

O pequeno gafanhoto
Pousou na varanda
O menino correu para ver
Disse sem pestanejar:
Presente de Deus!

Sonhando acordado
O rapaz ergueu a cabeça
Abriu os olhos
Sorriu com o coração…

Sem mais,
Podemos afirmar
Que o Amor
Invade a vida
Sem ter um motivo
Evidente

Um momento de silêncio
Uma sobremesa gostosa
Uma flor desabrochando
Uma criança cantando

A alma compreende
E a energia que desprende
Invade o corpo
Com borbulhas de Luz

Algo incontrolável…
Um lapso de lucidez
Pode transformar
Este momento
No condutor da Vida

Basta se identificar
E desejar sempre
Que a alma tome
O comando quando
O Amor rodopiar

Mas que sonho é esse?
Falar em Amor… em Luz…
Quando o dia a dia
Se apresenta tão escarnecido?

Vê-se a desconexão da alma
Uma valorização da matéria
A ilusão que o corpo
É o veículo da Vida!

Pensa-se que é a política
Que vai levar à liberdade
De comprar o que quiser
De trabalhar menos
De ganhar mais…

Ou talvez,
O trabalho de sol a sol
Poderá proporcionar
Um futuro
Livre de preocupações

Acredita-se que
Será o suficiente:
Escolher bem seus governantes
Trabalhar… trabalhar… trabalhar…

Perde-se tempo
Negando-se atentar
Que  o Amor
É a energia que conduz…

Só ele libertará a Alma
Trará o equilíbrio dos justos
A Luz que tanto buscamos

Qual passarinho sem ninho
O homem terreno
Voa… Voa…Voa…
E não percebe que
A razão caminha com o coração

De que adianta
Discutir política
Concordar….
Discordar…
Elogiar…
Criticar…
Construir castelos de areia

E não mover uma palha
Para abrir o coração
E espalhar o Amor
Por onde passa?

Poeta Estelar
by Elza Horai

Só o Amor Salva

Não se tem ideia o quanto os sentimentos podem modificar uma vida. Pensar que sentir raiva é algo que se restringe ao universo que só a pessoa tem acesso, é algo totalmente incoerente. O coração acelera, os dentes rangem, o olhar parece ejetar sangue, os músculos crispam, e  principalmente, energias de baixa vibração se espalham em todas as direções envolvendo tudo e todos ao redor, e se for um sentimento compartilhado por muitas pessoas, tem o poder de mudar o equilíbrio de uma família, de uma cidade, de um país, de um planeta. É algo devastador, que pode  provocar um colapso tão grande, que haveria necessidade de milhares e milhares de encarnações para se ter um novo realinhamento energético.
A raiva se transforma em ódio, que por sua vez pode ocasionar conflitos, visíveis e invisíveis,  que marcam o períspirito do encarnado quase que definitivamente, essas marcas são transportadas de encarnação para encarnação e o sentimento persiste mesmo em outra época, em outro cenário. Isto, sem contar os espíritos que foram prejudicados pelas consequências deste sentimento de baixa vibração e que podem perturbar o algoz, independente de onde ele esteja, encarnado ou desencarnado.
Em contrapartida a tudo que foi colocado, podemos afirmar que o sentimento oposto ao ódio pode anular o cabedal de negatividade que ele transporta. O Amor transpõe as barreiras que impedem a verdadeira confraternização entre os homens, trazendo ao dia a dia o equilíbrio e a paz. É incrível que muitos poderão dizer: – Isto é tão claro como o sol que nasce todos dias! Mas a pergunta que vem das dimensões que habitamos é: – O que cada um está fazendo para isso?
Qual o motivo de tanta energia densa que vemos desprender do País valoroso e gentil? Temos certeza que cada um tem uma explicação, mas adiantamos que nenhuma tem consistência se colocarmos no crivo dos ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Todos somos centelhas da Luz Divina, somos perfeitos e fadados a retornar à casa de Deus, temos incrustrado em nossa essência o Amor, a Alegria, a Misericórdia, a Benevolência e todos os sentimentos sutis, leves, que permeiam a Casa do Pai.
Se houver uma verdadeira vontade do povo que escolheu renascer na Pátria do Evangelho de mudar as emanações densas que se desprendem de seu solo, o primeiro e mais importante passo é :  Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo e o segundo, mas não menos importante, cuidar dos pensamentos, dos sentimentos, das atitudes. Assim a Luz que está guardada dentro da essência de cada um, resplandecerá, e como um passe de mágica, tudo se transformará!
Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal
by Elza Horai
Imagem de apresentação do post pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s