Uma Rosa com Amor

Simplesmente diremos:
Cada um deve cantar
A sua maneira
Agradecimentos
Cânticos
Intenções

Em prol de saudar
A esplendorosa Natureza!

Complemento perfeito
Do LAR
Destinado ao homem terreno

Qual gralha barulhenta…
Ressoam, sim!
Inúmeras vezes
Reclamações de toda ordem

E não, serenas canções
Que elevem às alturas
A Obra Divina!

A Natureza foi
Um presente de Amor!
Concretizada a partir
Da vontade do Criador
De nos legar
AMIGOS serenos
Que nos auxiliassem
Em todos os momentos

Respirar é preciso!
Ar puro
É imprescindível

Comer é preciso!
Vitaminas
São imprescindíveis

Ser saudável é preciso!
Equilíbrio energético
É imprescindível

Todos sabem
O que é fotossíntese
E como é importante…

Todos sabem
O que são vitaminas
E como elas atuam…

E Equilíbrio Energético?
Qual o grau de entendimento?

Sabemos
Que tudo que nos rodeia
É ENERGIA!

Que nós próprios
Somos feixes energéticos

Ou melhor,
Nossa alma é!
E por incrível que pareça
Nosso corpo também

Não precisamos
De comprovação para isso
Nós sabemos…
Nós sentimos…
Temos certeza!

E para atingirmos
A tal felicidade
A tal plenitude
Nada, pode estar
Em desiquilíbrio

O corpo
A mente
A alma
Tudo energia
Que “conversa” entre si

E a Natureza??
É possível que nos
Proporcione
Um alento
Nos momentos
Em que a energia
“desconversa”?

Evidente que sim!
Mas é necessário
Não só acreditar
Como também
Se despir da arrogância
Que muitas vezes
Impede que ela atue
A nosso favor

Vamos ver o
Significado de
Um velho costume
Do interior do Brasil

Benzer!
Nada mais é
Que a energia
Sendo utilizado da
Maneira correta…
EQUILIBRAR!

Um raminho de erva
Uma oração fervorosa
Fé no auxílio do invisível
Pronto!!

A Natureza agiu
Cumprindo sua missão
Ajudando seus Amigos:
Os Homens Terrenos!

É como se Deus oferecesse
Uma Rosa com Amor
Aos filhos queridos!

Não é necessário
Quebrar a cabeça
Para entender
Que a cura de todos os males
Se encontra no Verde
E não na farmácia!

Mas é necessário
Buscar entender
Como a Natureza faz isso!!

Uma dica:
Ela também é Energia
Quem sabe
Está aí o fio da meada!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Energia Condensada

Quando uma criança está muito agitada, dizemos: – Ela está cheia de energia!
Quando estamos cansados, afirmamos: – Estou sem nenhuma energia!
Algo invisível como um feixe energético, é difícil mensurar. Mas nossos sentidos que também é  energia, sabe exatamente quando ela está sobrando ou quando está faltando. Neste caso, não precisamos ver para crer, simplesmente sabemos!
Agora, quando o corpo adoece, precisamos ingerir uma medicação que vem acondicionada em uma embalagem – que vemos, pegamos na mão e pagamos para levar para casa. Se alguém se dispor a dar um passe, colocar um cataplasma de ervas no lugar onde dói,  fazer um chazinho de ervas, respiramos fundo, e pensamos:
– Se não fizer bem, mal não faz! Com a descrença estampada na mente nos submetemos a “cura” que não botamos fé, e muitas vezes ela não acontece, porque a própria energia consciencial do enfermo impede que lhe seja devolvida a  saúde ao corpo.
Seria tão mais fácil se a decisão de ter saúde se focasse apenas em crer que fomos nós que permitimos que a doença se instalasse e que seremos nós que assumiremos a responsabilidade de extingui-la.  O corpo físico sendo cuidado por uma consciência que toma as decisões sobre qual alinhamento energético tem mais afinidade, sucumbe, ao se expor a vibrações que não condizem com sua essência. Mas como tudo é absolutamente perfeito e coerente no Universo, chegará o dia que a energia condensada será da mais alta qualidade, impedindo assim que o desequilíbrio celular atrapalhe a missão daquele espírito naquela vida.
O Pai Eterno nos criou simples e ignorantes e nos dotou de todos os mecanismos para sairmos vencedores de toda e qualquer oportunidade encarnatória, estabelecendo metas de crescimento, praticando a auto cura e nos doando em prol do irmão necessitado.  Todos os pensamentos, sentimentos, emoções, carregam uma tarjeta energética única. Quando qualquer um destes elementos nos conduz ao cultivo de baixa frequência vibratória, é muito simples resgatar o equilíbrio – em primeiro lugar ter certeza absoluta que com esforço focado é possível reverter qualquer desajuste, independente se no corpo físico, mental ou espiritual. Em segundo lugar, é olhar ao redor e perceber a grandiosidade de tudo que foi criado por Deus e acreditar que a energia condensada da Natureza pode fazer frente a qualquer medicação alopática, bastando para isso nos munir de humildade e buscar entender como  uma simples folhinha de manjericão é capaz de abrir a consciência e nos fazer enxergar o que está errado.
Repetindo o nosso amigo Poeta Estelar, sejam curiosos!!
Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal
Imagem de apresentação do post – pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s