Trenzinho Ligeiro

Qual parada você quer descer?
Na primeira cidade
Onde tudo é farra?

Ou na última cidade
Onde tudo é seriedade?

Você tem que decidir
O mais rápido possível
Pois o trem já vai partir

Pense bem…
Pois desceu

O trem vai embora
E para pegar o próximo
Exigirá muito esforço

Escolhas…
Sempre escolhas!
Os homens terrenos
Estão continuamente
Diante de escolhas

Algumas…. simples
Outras…. nem tanto

Não há como escapar
Aprendizado é isso
Acertar! Errar!
Avançar! Retroceder!
Descer na primeira estação
Descer na última

E tudo isso,
Tendo como ponto
De partida – uma escolha!

Que responsabilidade!
Olhando adiante
Já antevemos muito
Do que há de vir

Isto, se o olhar
Se cercar
De discernimento e foco

Se a escolha
Estiver envolta
De precipitação
Não há tempo de raciocinar
E pula-se o discernimento
E pula-se o foco

E de repente
Olha-se em volta
E tristemente descobre
Que desceu na estação errada!

E o que resta?
Nada, além de lamentar
O tempo perdido

Refletir sobre o aprendizado
E esperar o próximo
Trenzinho Ligeiro!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Discernir é Avançar

Nada do que estamos acostumados a fazer às cegas se compara a fazer com leveza e certeza de que se optou pelo que é correto. O fazer por fazer só é válido quando se trata de algo que não agrega expectativa nem crescimento, por exemplo, fazer um risco no chão. Você riscou por que motivo. Por rebeldia ou porque quer delimitar um espaço. Independente da resposta o risco está lá e sempre há um motivo de estar ali, mas muitas vezes não há respostas: – Fiz… e pronto!
É exatamente esta postura que já não se encontra mais eco neste momento da evolução do Planeta Terra, e do homem, seu habitante. Reiteradas vezes, ressoam orientações do Alto para que se tenha mais cuidado com atitudes sem paralelo com o crescimento. Perda de tempo, já não é mais permitido, apesar do tempo imensurável ofertado pelo Criador para que seus filhos retornem ao seu Lar original. O tempo urge para quem desejar prosseguir revivendo nesta maravilhosa Obra de Amor que é o Planeta Azul. O fim dos tempos não nos deixa pensar em sequer adiar para a próxima vida, pois esta não será mais neste paradisíaco lugar para aqueles que continuarem dizendo: – Eu fiz, e pronto!
Se não houver discernimento, o risco de se optar pelo lado incorreto é imensurável, algo temerário para os filhos decididos a não se separarem de seus afins. Famílias inteiras prosseguirão juntas, por merecimento, herdarão um Planeta onde tudo que se observa hoje como não condizente com a justiça e o bem viver será corrigido. Isto só será possível se o joio for separado do trigo, aqueles que se rebelarem, fecharem os olhos, os ouvidos e a consciência, retornarão na próxima vida em um Novo Planeta Escola, preparado exclusivamente para eles, onde haverá a necessidade de se iniciar todo o processo evolutivo novamente, do zero. Os registros akáshicos de vidas precedentes será cancelado e o aprendizado será retomado do comecinho… aprender a amar, a partilhar, a respeitar.
Portanto, se espelhem em Nosso Senhor Jesus Cristo e façam da Boa Nova, o guia para saudar a nova vida, na velha casa, ao lado dos amigos e dos familiares queridos.
Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal
Imagem de apresentação do post – pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s