A Vovózinha Feliz

Um parque
Um quintal
Uma cozinha

Corre
Para lá
E para cá!

No parque
A vovózinha feliz
Cuida para
Que o netinho
Não caia do balanço

No quintal
Mostra as novas
Florezinhas
Que se abriram
Esta manhã

Na cozinha
É uma festa só
Creme para
Todo lado
Chocolate
Pairando no ar

Coraçõezinhos
Vibrando
De emoção
E agradecimento

Velhos espíritos
Se confraternizando
Ao som
Da melodia do Amor

Passa uma vida
Passa outra
A alegria que já unia
Prossegue intacta
Envolvendo
Cada vez mais
Os corações…

Um Espírito
Não desembarca
Por acaso
Em uma família!

Antes disso
Muita consulta
Muito entendimento
E explicações…

Muitas vezes
São os vovôs e as vovós
Que encorajam
Os filhos

Vamos lá!!
Coragem
Eu estarei
Sempre ao seu lado
Para o que precisar

Epa!! Mas e os filhos
Que já perderam
Seus pais?
Como assim?

Ora, falo de Espírito
Não de senhorinhas
De cabelos brancos
De vovôzinhos
Prestativos

Espírito é eterno
E sempre estão
Por perto
Para auxiliar

Se não der
Para fazer um bolo
Levar ao parque
Colher flores

Dá para soprar
Nos ouvidinhos
Cuidado!!
Por aqui não

Presta atenção!
Você tem que tentar
Ser mais educado

Nota baixa!
Estuda mais
Se empenhe

E assim
As vovózinhas felizes
Abraçam os netinhos

Cuidando para que
Crescem saudáveis
E se tornem adultos
Equilibrados e Cordatas!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Acreditar é Preciso

A causa de tantos medos, tanta insegurança, tantas dúvidas, reside na tentativa de contestar o óbvio. Quando se fala de um Espírito que assombra uma casa, a respiração falta, o ar entra com dificuldade nos pulmões, o coração acelera, só porque Espírito é invisível e no passado muitos tomaram a palavra para dizer que é maléfico um Espírito rondar onde quer que seja, independente se for uma casa ou as lápides de um cemitério. Ele tem que descansar em paz por toda a eternidade. E foi assim que os mais desavisados tomaram ao pé da letra muitas explicações descabidas e se tornaram reféns de sentimentos que nada mais são que impedimentos para que seu Espírito cresça e floresça ao longo de caminhos que inevitavelmente terá que percorrer.
Explicações esdruxulas, como por exemplo a possibilidade de algum filho de Deus ter seu Espírito condenado a passar toda a eternidade queimando no fogo do inferno só porque se recusou a cantar a música dos pretensos detentores da chave que abre as portas do céu; acabaram sendo ao longo da evolução, um entrave que condenou muitos Espíritos a espiar vidas incontáveis vezes sem que um passo em direção ao crescimento fosse dado.
Mas agora, os tempos são outros, dificilmente se acredita de pronto o quer que seja, antes disso, mil consultas no google, muita contestação, opinião dos amigos  e familiares, ou… não é assim!
Talvez para muitos não, e sabem por quê? É que o Espírito está tão calejado de levar reprimendas em encarnações passadas que tem até medo de ouvir a opinião de outros e ponderar, pesquisam de olhos fechados e dizem: – Nada disso é verdade!!
E seguem, sem abastecer seu Espírito da verdadeira verdade, tropeçam, caem, se levantam e dizem: – Nada disso é verdade!!
E o tempo passa, outra vida, os mesmos desafios e a mente continua fechada a novas diretrizes.
Mas quem sabe, os eflúvios da Nova Era envolva estes filhos renitentes e tragam um pouquinho só de vontade de mudar. Acreditar em Reencarnação é preciso para que se perceba completo o cenário da Criação, um Pai amoroso que trouxe à vida filhos amados e lhes ofereceu tantas vidas quantas fossem necessárias para que eles pudessem aprender tudo que fosse preciso e transformar-se na Imagem e Semelhança de seu Pai – Bondoso, Misericordioso e Justo!
Poeta Estelar e Aimanon Constantinus Crione
Membros da Plêiade do Amor Universal
psicografia Elza Horai
Conversando um pouquinho….
Pessoal, quando o Poeta Estelar toca no assunto “avós” meu coração bate palminhas, é tanto carinho e emoção que fica difícil explicar. Tenho certeza que é assim com todos os vovôs e vovós, os netos despertam um sentimento profundo, de amor, carinho e proteção, diferente daquele que já sentimos por qualquer outra pessoa, até por nossos filhos. Quando penso em um reencontro de almas, acho que é exatamente esta a sensação, a vida terrena nos proporcionando a benção de voltar a partilhar a mesma família com “velhos conhecidos de outrora”,  presente de Deus através do mecanismo Divino da Reencarnação. Se não tivermos medo em acreditar nesta verdade, a serenidade do entendimento nos dará o equilíbrio necessário para cumprirmos nossas tarefas nesta oportunidade encarnatória, em que estamos avós, mamães, papais, titias…
Compartilho com vocês o link de uma poesia postada no blog em 2015 que também fala de vovós, vovôs e netinhos, ou melhor, netos, netinhos e netões. https://poesiaeluz.com/2015/07/14/netos-netinhos-e-netoes/.
Desejo a todos, uma feliz encarnação!
Vibrações de Luz!
Elza Horai
Imagem de apresentação do post pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s