Gênio Forte

Que coisa!!
O que é mesmo
Ter um gênio forte?
É brigar
Pelo seu ponto de vista?
É argumentar
Quando todos se calam?
É elogiar
Quando a maioria critica?

Então,
A moça que inspira
A Poesia de hoje
Tem um gênio
Maravilhosamente
Forte!

Hoje decidi!!
Vou parar um pouquinho
De por a farofa
No ventilador

Ou será o contrário?
Bem, deixa prá lá…
De vez em quando
Preciso dizer prá alguém:
Você faz tudo certo!

É claro que
Minha pupila não vale
No dia de seu
Aniversário
Em novembro do
Ano passado
Eu lhe dei uma linda Poesia
Sabe o que ela fez?
Ficou com vergonha
Não mostrou prá ninguém

Ou melhor,
Mostrou para
Um grupinho de amigos
Isto porque
Eu dei um empurrãozinho…
Depois guardou na gaveta
E nunca mais releu

Sabem como é o titulo
Da Poesia Presente?
“Lentas Conquistas”
Ué!! Muitos dirão:
Mas esta está no blog!
Não, não está!!
A verdadeira
Está esquecida na gaveta…

É por isso que as vezes
Prefiro pentelhar
A vida dos desajustados
Porque, estes sim!!
Reclamam
Perdem o sono
Só não me batem
Porque não me veem

Ao contrário
Daqueles que fazem
Tudo certo…
Me desdobro
Em elogiar
E o que recebo?
Nem ao menos
Um Leitor para apreciar

Aposto que
Nossa Amiga de hoje
Fará a mesma coisa
Não vai dizer
Pra ninguém
Como tentou fazer
Minha Amiga Parceira

A Poesia “Lentas Conquistas”
Que foi publicada
No blog
É uma continuação
Da Poesia Presente
Quem sabe um dia
Ela compartilhe
Com todos vocês…

Bem, voltando
A Poesia de hoje
Preciso começar
Do dia
De seu casamento
Ou melhor,
O dia que ela
Elegeu
Como o mais importante
De sua vida
Até aquele dia …

Na verdade,
Não tinha muita vontade
De se casar
Os planos eram muitos
E não incluíam um parceiro

Mas…
Como ela sempre foi
Uma menina
Que jamais
Tapou os ouvidos
Para seu mentor…

E ele pediu
Gentilmente
Se case
Com aquele rapaz
De origem oriental
Ele cuidará bem de você
E te dará muitas alegrias

E lá foi ela
Ao som da marcha nupcial
Uaaauuuu!!
Exclamaram os convidados
Em uníssono…

Até hoje,
A imagem
Daquela noiva…
Colore
Muitas lembranças
E o noivo?
Feliz como ele só
Parecia um garoto
Que ganhou
O prêmio mais cobiçado

Depois deste dia
Muita água
Rolou debaixo da ponte
Mas a menina
De gênio forte
Prosseguiu a mesma
Preto no branco
Pedra sobre pedra
Todo este tempo
Amigos do Alto
Acompanham a família

Aliás,
Como fazem com
Todas as famílias
Mas esta é especial…
Uma Silva
Que generosamente
Se uniu a um
Espirito Oriental
Orgulhoso
Trabalhador
Falador

E aí?
Aí é que
O casal trouxe ao mundo
Meninos da Nova Era
Com o sangue
De todas as raças
Correndo nas veias

Sim!!
A concretização
Do Plano de Deus
Unir todos os Povos
Em uma só sintonia
Em um só ideal…

E a menina geniosa
Caminha a passos largos
Em direção a sutilização de
Seu Espírito
Estuda
Trabalha
Cozinha
Aconchega
E principalmente
Respeita a
Lei Maior
Que dita:
Uma reação
Igual e contrária
A qualquer tipo de ação!

Vemos daqui
A jovem de gênio forte
Cumprindo
Tudo…tudo…
Que foi “combinado”
Em especial…
Cuidar daquela
Que a recebeu
Em seu útero

É incrível!!
Depois daquela
Narrativa contundente
De dias atrás
Onde vimos
Uma outra filha do Pai
Abandonando
Suas duas mães…

Mas…
A conclusão é certeira
O Pai educa
Mas não poupa
Talvez daqui
A algumas encarnações
Também veremos
Esta filha
Se comportando
Como a menina
Desta Poesia

Pois não é fácil
Suportar
A reação
Que o Universo
Direciona
Àqueles que
Não pensam
Antes de agir
Certamente aprenderão…
Certo,
Como dois e dois são quatro!!

Meus amigos!
A dádiva
Da lucidez
É dada a todos…
Alguns
A alcançam
Mais rápido
Outros
Mais lentamente
Mas
TODOS
Sem uma única exceção
Um dia
Se verão
Frente a frente
Com o Pai Celeste!

Poeta Estelar
by Elza Horai

 


 

A Lei imutável

A mesma onda que leva é a mesma onda que traz.
O mesmo sentimento que fere é o mesmo que é devolvido a quem sentiu.
O mesmo carinho que envolve quem necessita é o mesmo carinho que banha a consciência no momento seguinte.
O mesmo luto que encobre o corpo físico no momento da perda é o mesmo luto que encarcera o coração.
O mesmo caminho escolhido pelo encarnado é o mesmo caminho que irá percorrer quando desencarnado.
A mesma luz que entra pela janela nas manhãs ensolaradas é a mesma luz presente no momento da criação.
A mesma criatura que solicita amor hoje é aquela que negou amor ontem.
Os mesmos defeitos de hoje são os que foram cultivados em momentos passados.
O mesmo cuidado que dedicamos ao nosso irmão na dor é o mesmo cuidado que receberemos na nossa dor.
O mesmo carinho que tratamos a natureza é o mesmo carinho que dela receberemos em forma de frutos sadios.
O mesmo critério de escolhas dos amigos que permitimos estar ao nosso lado é o mesmo critério que o Deus criador de todo o Universo utiliza para chamar ao seu lado à caminhar.
Meus amigos, repensem nos critérios que comandam suas atitudes nesta vida terrena que serão os mesmos critérios que comandarão suas próximas existências.
Que as bênçãos do Senhor estejam com todos.
O Amigo de todos os Amigos.
Aimanon

 

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s