Navegando

Mar calmo
Calorzinho gostoso
Brisa do entardecer

Lá vai
O marinheiro
Olhando o horizonte

Agradecendo
A mais
Um dia
De trabalho

Cansativo
Porém gratificante

O Sacerdote
Por sua vez
Encosta
O crucifixo
No Altar

Reza
Fervorosamente
Pelas crianças
Abandonadas

Por pais vivos
Porém ausentes

O menino
Na inocência
De seus três anos

Junta
As mãozinhas
E diz
Papai do céu
Traz meu papai
De volta

O marinheiro
O padre
O menino

Vivenciam momentos
Onde aqueles
Que tem olhos
Para ver
Outros mundos

Soltariam
Uma exclamação
De surpresa
Ao perceberem

Quão linda
É a conexão
Entre planos

Luzes coloridas
Faíscas que
Enchem os olhos
De felicidade

Entidades Angelicais
Se colocando
Ao redor daquele
Que entrega
O comando
De suas emoções

Ao Grande Espírito
Que representa
O Criador das Criaturas

E dá Vida
A cada
Pequenina porção
Que respira
Transpira
E se movimenta

Navegar
Por estas esferas
Talvez seja
Incompreensível
Se não tem Fé

Mas isto
Não quer dizer
Que elas
Não existam

Quer dizer
Apenas
Que todos
Podem sentir

Tendo Fé
Ou Não

E que
Os teimosos
Um dia
Percebam

A grandiosidade
De tudo
Que os cerca

Estaremos à postos
Para vivenciar
O dia
Que todos navegarão

Pelas entrelinhas
Que se impõem
Grandiosas
Além do que
Os olhos físicos
Conseguem captar!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Contra a Correnteza:

Caminhar recebendo o impulso do vento ou do amigo é sempre bom, poupa-se energia e talvez se consiga avançar com mais rapidez.
A vida é cheia de oportunidades, cada dia que se finda é retratado em diversos momentos onde se fez bom uso de cada instante, e também muitos outros nos quais sequer se fez um movimento em direção a concluir o dia com saldo positivo nas realizações.
Cada um que repara um pouquinho que seja na satisfação que estampa as feições dos vencedores fica tomado da certeza que é este o movimento que a vida deve tomar.
Constatação apenas! Camuflada com a retórica que sua própria vida é envolta com a síntese de que nada é preciso fazer para melhorar.

Será mesmo! É óbvio que se lançar ao movimento dá trabalho, cansa, traz muito mais obrigações para o dia a dia… muitos repelem a ideia de um dia focar na vitória porque ser vitorioso é consequência do esforço e não algo que cai do céu por um descuido.
Garantimos que adiar o inadiável são posturas que precisam ser revistas, um dia, todos nadarão à favor da correnteza, em busca de estampar no SEU ESPÍRITO às feições dos vencedores.

Amigo da Luz, dando um impulso.
by Elza Horai

Imagem de apresentação do post Victoria_Borodinova by pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s