Ciúme Sim!

A menina cresceu
Virou uma mulher
Decidida
Centrada

Aos dezesseis anos
Já sabia
O que queria

Estudar
Trabalhar
Ser dona
De sua vida

Decidir
Sozinha
Quais os caminhos
A serem
Percorridos

Não passava
Pela mente da jovem
Casar
Ter filhos

Talvez
A experiência
Familiar
Não tão boa

A tenha
Deixado
Ressabiada

Seu pai
Bebia
Maltratava
Sua mãe

Agredia
Seus irmãos
Gritava palavrões

Mesmo assim
A menina
Não deixava
De acreditar

Que
Um dia
Tudo passaria

E foi
O que aconteceu…
O pai morreu
A mãe renasceu
Os irmãos respiraram
Aliviados

A morte
Neste caso
Trouxe Luz
Não lamentos

Quem diria
A esposa
No dia do casamento
Que ela esta
Se unindo
Ao sofrimento?

Ninguém!
Mas era
Uma das possibilidades

O falecido pai
Deveria aproveitar
A oportunidade
Tão desejada

Mas
Falhou novamente
Foi levado
Ao plano espiritual
Antes do previsto

Caso prosseguisse
Por aqui
Tudo seria
Diferente

Tanto
A esposa
Quanto aqueles
Que aceitou
Proteger

Teriam sua caminhada
Estagnada
Por falta
De manter
A escolha acertada

A filha
Seria médica
Os dois filhos
Trariam paz
A muitos corações

Um
Como musico
O outro
Psicólogo

Mas alguém
Que atrapalha
Puxa para baixo

Vai contra
As Leis eternas
De respeito
Ao próximo

Acaba
De uma maneira
Ou de outra
Sendo convidado
A se retirar

Não há nada
Neste contexto
Amoroso
Onde Deus
É o comandante
Supremo

Que impeça
Alguém de seguir
Seu caminho
Se assim
O desejar

E neste caso
A jovem decidida
Foi a âncora
Deste desfecho

O pai a via
Com olhos de cobiça
Não a deixava
Sossegada

Não pode sair!
Não pode namorar!
Não pode respirar!

E todas as noites
Ela pedia… pedia…
Que Deus
A livrasse
Daquele suplício

Tanto pediu
Que conseguiu
Ser ouvida

É certo
Que não passava
Pela sua cabeça
Que o pai
Poderia morrer

Mas como a morte
É só uma passagem…

Ela apenas
Antecipou
O momento
Do desfecho

E só saberá
Quando retornar
À pátria espiritual…

Enquanto isso
Se prepara
Para o vestibular de medicina
Que óbvio
Passará

E até já pensa
Em se casar
No futuro

Foi ciúme
O que o pai
Sentia?

Sim!!
Ele a via
Como em
Uma vida
Em que ela
Era sua esposa

E a ignorância
Das Leis de Reencarnação
O deixava
Sem compreender
O que acontecia
Por isso
Se afogava
Na bebida…

O incrível
É que ele renasceu
Exatamente
Para se aprofundar
Nos mistérios
Das vidas passadas
E ensinar
Os ignorantes…

Não foi desta vez!!

Poeta Estelar
by Elza Horai

“Cada vida é um livro com anotações tão bem resguardadas que é difícil recompor todos os detalhes. Algumas trajetórias se passaram em épocas tão remotas que muitas vezes não se encontram referências nos livros de história. Em cada uma delas um personagem que como hoje trabalhava para sobreviver, tinha família, sofria injustiças, cantava para comemorar. Tudo absolutamente igual aos dias de hoje, a única diferença era o momento da evolução, podiam ser bárbaros, ladrões, saltimbancos, mas todos buscando o motivo de estarem vivendo esta vida tão repleta de desafios. E o tempo foi passando e as vidas se repetindo enquanto o Espírito não ganhava leveza suficiente para se desprender e ultrapassar as barreiras das dimensões de Luz.
Se você está aqui hoje é porque ainda está tentando evoluir, só que agora, pode contar com a liberdade de abraçar o conhecimento, pode ler estas linhas e buscar saber mais sobre reencarnação, evolução, esferas de luz, e com certeza encontrará muito material. O seu trabalho será apenas separar o que te parecer crível, mas não caia novamente na mesma armadilha de eleger as colocações alheias como verdade absoluta sem ao menos refletir a respeito e tirar suas próprias conclusões. Quem sabe foi por esta postura, tomada no passado, que ainda continua renascendo neste Planeta Escola.”

Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal

Imagem by Sasin Tipchai from Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s