Certo? Errado?

Suplantando a própria ignorância, podemos afirmar que mesmo não vendo, acreditamos que existe uma força maior que nos conduz e nos leva aos acertos. Serenamente, como se não houvesse nenhum obstáculo, poderemos aperfeiçoar nossa intuição, à ponto de sentir concretamente  o movimento de auxilio que sopra em nossa direção, basta para isso apenas acreditar que somos capazes. Limpar a mente e se concentrar na certeza que o impossível não se adequa aos padrões de uma mente guiada por uma consciência imortal, livre de qualquer tipo de impedimento que impeça a comunicação entre amigos, já leva a ter um esboço do caminho a seguir. É claro, que lá no fundo, todos somos essencialmente iguais, possuímos os traços do nosso Criador e de forma nenhuma perderemos esta característica.
Com o passar dos séculos que formataram a evolução humana, muito se falou em comunicação inter-planos. Houve épocas obscuras, nas quais, a menor menção que pudesse sugerir uma simples interação, era punida com castigos inimagináveis. Hoje em dia, a liberdade de acreditar naquilo que pareça mais verossímil é o que prevalece, mas mesmo assim, a sensação de impotência perante o invisível é inquietante.
Falamos com vocês na categoria de Espíritos desencarnados que já tiveram muitas oportunidades de redenção através das possibilidades de vestir um corpo carnal, e tudo que foi colocado acima é simplesmente o limiar que impõe a mente racional e a consciência capaz de interagir com quem sua afinidade energética permitir.
Neste período de transformações intensas, todos estão sendo convidados a transpor esta barreira e se lançar, sem temores, a acreditar piamente que qualquer tipo de dúvida que porventura venha se instalar na mente, pode ser facilmente respondida, quando se permite aflorar o Divino que habita a essência  de cada um, e se traduz em justiça, bondade,  benevolência, misericórdia e essencialmente o amor.
Agora, o  certo e o errado se confundem dependendo do olhar:  o Terreno ou o Divino. Deixar de seguir o que a consciência, guiada por seus pares espirituais, aponta,  é estar a um passo de ter que voltar ao início e começar tudo de novo. Ou seja,  reavaliar o que é mais importante, as premissas que envolvem o corpo carnal ou a lucidez serena do Eu Espiritual.
Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal
by Elza Horai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s