Suprimindo o Ódio

Ninguém sabe
Ninguém viu
O que aconteceu

Com o senhor
De cabelos brancos
Que desde criança
Afirmava:
Odeio ser pobre!

Entra ano
Sai ano
Sempre pobre…

Um dia
Sentou pensativo
A beira
Do riacho

Meditou muito
Sobre sua vida

Tinha família
É claro!!
Mas dinheiro
Nenhum….

Tentava
Evitar
Se sentir
Excluído

Mas não tinha
Jeito
O fato de ser
Pobre

Pesava
Como uma
Bigorna
De mil quilos

Depois de um
Certo tempo
Revendo
Situações passadas

Berrou:
O QUE FIZ DE ERRADO!

A seguir…
Chorou copiosamente

Imaginando
Que a resposta
Seria:
Nasceu pobre!
Morrerá pobre!

Mas o que
Ele não via
Era o movimento
Intenso
Ao seu redor

Amigos de
Outras esferas
Soprando
Em seus ouvidos

Se levanta
E aprecie
A beleza
Estonteante

Da natureza
Que o cerca

Pare de
Se lamentar
Por um motivo
Tão insignificante

O senhor
De cabelos brancos
Até sentiu
Algo estranho…

Olhou ao redor
Rapidamente
Mas prosseguiu
O coro das
Reclamações

Nunca
Tive um carro
Nem
Uma casa
Decente

Viajar?
Só para ir
Ao médico
Na cidade
Vizinha

Festas?
Nem pensar
Não tenho
Dinheiro
Para nada

E assim
De reclamação
Em reclamação

Ele aconchegou-se
Sobre uma pedra
E dormiu…

O corpo
Ficou ali
Mas o espírito
Transpassou
A barreira do tempo

E de repente
Ele se viu
Um meninote
Ao lado
De sua babá

Nos jardins
De um palácio

Se viu
Jovem
Trotando
Em um cavalo branco

Se viu
Adulto
Sendo coroado Rei
De um próspero território

Mas viu
Principalmente
A arrogância
Estampada
Em seus olhos

A maldade
Que tratava
Seus súditos

A indiferença
Que se referia
A família

A ingratidão
Que denotava
Suas atitudes

Nestas alturas
Levou um susto
Abriu os olhos
Pensou:

Então é por isso??
Nasci pobre
Porque
Não valorizei
A riqueza?

Mas sem saber
De onde veio
Ele ouviu
Um estrondoso:
-Não!!!

Você nasceu pobre
Porque não precisa
Mais do que tem
Para ser feliz!!

Toda vez
Que você
Afirma
Que odeia
A vida que leva

Seu coração
Fica mais
Triste
E sua vida
Mais breve!

Afinal,
O Pai Eterno
É tão misericordioso

Que cada vez
Que fica sabendo
Que um filho seu
Esta infeliz
Com a vida que tem

Ele providencia
Para que
O sofrimento
Seja breve!

Poeta Estelar
by Elza Horai

Querer mais do que tem

Se a vida fosse uma loteria poderíamos ficar entristecidos por não termos sido agraciados com uma bela casa, um emprego dos sonhos, uma família próspera. Mas como a vida de hoje é uma continuação de uma outra vida que por sua vez também seguiu-se a uma vida mais antiga ainda, não há porque reclamar. Colhe-se agora o que se  plantou antes, às vezes muito antes do que se supõe. Imaginar que foi azarado por não ter uma vida tão faustosa como a do vizinho ao lado é ser muito simplicista. Em primeiro lugar, quem disse que o vizinho ao lado é mais feliz que você? Quem pode afirmar que se o vizinho ao lado pudesse ter a vida que você tem ele renegaria?
Ponto de vista é ponto de vista, pessoal e intransferível, afinal sentimentos e sensações,  não podem ser vistos, nem muito menos medidos, cada um faz a sua avaliação e age de acordo com ele. Mas existe algo que é sempre mal avaliado, o peso que possui ter ou não dinheiro. Desde o início dos tempos se acredita que os mais ricos são mais privilegiados e tem mais condições de serem felizes. Mas comprar não significa ter, talvez para uns,  ter o horizonte descortinado à sua frente é muito mais valioso do que comprar um carro último tipo, para outros, se não tiverem uma casa ampla com piscina não há como sentirem-se satisfeitos com a vida que tem. Sendo assim, é certo que cada encarnado tem um olhar diferente sobre o que é imprescindível para sentirem-se agraciados com a felicidade.
Afirmamos que é preciso ponderar a respeito do que agrada o espirito alojado no corpo que tanto contesta, com certeza, um carro último tipo é absolutamente indiferente ao feixe de energia que sustenta o corpo físico, mas uma bela paisagem, o alegra tanto que lágrimas podem saltar dos olhos que observa. Não é preciso querer mais do que se tem porque tudo que necessitamos está ao alcance de qualquer um, independente se pobre, rico ou remediado. Bons pensamentos, bons sentimentos, boas atitudes leva a um espírito saudável, feliz, equilibrado. Oferecendo ao corpo uma alimentação equilibrada, abrigo e movimento, não há necessidade de mais nada…. todo o resto é alegoria.
Amigo  da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal
Imagem de apresentação do post pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s