A Amiga supersincera e a Amiga tímida

Mas que menina mais impertinente!
Exclamou a Amiga tímida!
Como consigo ser Amiga
De alguém tão sincero?
Minha mãe me ensinou
A ser mais polida,
Mesmo que isso signifique
Faltar com a verdade!

Mas que mãe estava mais certa?
Aquela que ensinou a filha
A ser supersincera!
Ou aquela que disse
Que é melhor não entrar em discussão,
Mesmo que isso sabote sua opinião!

Vocês sabem o que penso disso?
Que as duas mães estavam certas…
Sinceridade em excesso
As vezes soa como agressão!
Complacência em excesso
As vezes soa como falta de posicionamento!

Então as duas estavam erradas?
Deviam ensinar o meio termo
Para as duas meninas?
Minha resposta é : Não!
Querem saber por quê?
Porque acima de qualquer característica
As duas Amigas se amam profundamente,
Isto, desde que se viram pela primeira vez
A mais de dezoito anos atrás!

O que levou a Amiga supersincera
A olhar para a Amiga tímida
E dizer para quem quisesse ouvir :
Nós duas vamos ser sócias!
Não foi porque era vidente
Ou tivessem combinado a sociedade!
Foi mesmo empatia, amor, carinho, parceria…
Garanto que de outras vidas!
Por que nesta, nem tiveram tempo
De saber o nome uma da outra!

Voltando as duas mamães
Elas ensinaram as suas filhas
O que acharam que era correto…
Mas neste caso, acertaram na mosca,
Sabem quanto tempo durou a sociedade?

No papel, com CNPJ e tudo!
Quinze anos… de confidencias…
Puxões de orelha de ambos os lados
Mas principalmente de muita troca!
Inúmeros vezes, a Amiga tímida,
Repetiu a primeira frase desta Poesia
Olho no olho! Completando…
Você deve ser apenas sincera!
E não supersincera, senão você afasta as pessoas!

Outras tantas vezes, a Amiga supersincera
Disse para a Amiga tímida:
Você muitas vezes não fala o que pensa!
Devia ser mais corajosa!
E sabem o que aconteceu…
Com as duas Sócias Amigas?

Hoje não são mais sócias oficialmente
Porque a Amiga tímida
Decidiu descobrir os mistérios da Criação!
A Amiga supersincera prossegue sozinha…
Mas a sociedade na Vida prossegue
Cada vez que uma se senta diante da outra 
É assunto que não acaba mais…
Que até nós ficamos cansados!

E o balanço destes dezoito anos?
Hoje a Amiga supersincera é apenas sincera
E a Amiga tímida tornou-se a corajosa Médium
Que me auxilia a dar vida a estas Poesias!
Uma aprendeu com a outra…

Ah! São duas meninas que conseguiram
Aproveitar o empurrãozinho do “destino”…
E não me venham falar mal de sociedade…
Todas elas são formadas… por algum motivo!
E podem acreditar!
O motivo “passa longe” de apenas ganhar dinheiro!

E quando decidirem reclamar de sua sócia!
Pensem nas duas Amigas da história de hoje!
Procurem nos comentários das Poesias do nosso blog
E verão as opiniões da Amiga supersincera,
Transborda amor, carinho, admiração…
É esse o objetivo de uma “sociedade”!

Poeta Estelar


Primeiro dia de Aula

Quase todos os meus amigos, sabem exatamente quem são as duas amigas que foram a inspiração para a Poesia de hoje… e podem confirmar… entender… festejar… conosco as lindas colocações do Poeta Estelar.
Eu gostaria apenas de contar um episódio que talvez só nós duas sabemos. No dia que a vi pela primeira vez, eu estava sentada sozinha em um banco do primeiro andar do Senac de Osasco. Aquele seria o primeiro dia do Curso de Estética.
Ainda era cedo, não havia chegado ninguém. Onde estava, dava para ver o guichê da secretaria. Aí! eu vi uma jovem loira, bonita, muito bem vestida, conversando com a secretária. Pensei… ela só pode ser professora do Curso, não deve ser uma aluna. De repente, ela se virou e se dirigiu ao banco onde eu estava e sentou-se ao meu lado.
Começamos a conversar, ela me disse que também ia fazer o curso. Uma letrinha “E”, pendurada em um cordãozinho de ouro no seu pescoço me chamou a atenção. Fiquei muito curiosa, conclui que ela devia se chamar Elisabete, ou talvez, até mesmo Elza.
Foi chegando mais gente e nos orientaram para nos encaminharmos para a sala de aula. Éramos cerca de dezoito alunas. Depois de algumas preleções, entrou na sala o coordenador do curso, pediu que todas se apresentassem e dissessem por que buscaram fazer o Curso de Estética.
Quando chegou a vez dela, minha amiga disse com todas as letras: “Me chamo Rosana e eu vou abrir uma Clinica de Estética e ela vai ser minha sócia”! Apontando para mim.
E sabem qual foi minha reação? De absoluta tranquilidade, como se eu já soubesse tudo que estava por vir… Só depois do fim do primeiro dia descobri que o “E” era a inicial do nome de um Espírito de Luz que juntamente com outros Espíritos Amigos propiciou este encontro e tudo que ocorreria no futuro…é claro que nosso livre arbítrio sempre falou mais alto…mas a inspiração era evidente!!
Elza Horai, a Amiga tímida

4 comentários

  1. AIIII !!! MINHA AMIGA, SÓCIA, IRMÃ, CONSELHEIRA!! SOU GRATA A DEUS, AO DESTINO, AHHH SOU GRATA AO UNIVERSO POR TER PERMITIDO CRUZAR NOSSOS CAMINHOS!!
    TE AMO. TE ADMIRO! E SABE DO QUE MAIS… FALO SEMPRE DO EXEMPLO DE UMA SOCIEDADE QUE DEU MAIS QUE CERTO… OBRIGADA MINHA AMIGA-SOCIA PARA SEMPRE.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rô, minha querida, nós sempre acreditamos que éramos muito protegidas. Você viu!! Estávamos certas!! Tenho certeza absoluta que nós só conseguimos viver esta trajetória tão linda, porque nos permitimos compartilhar problemas, segredos, conhecimento, amizade!! E acima de tudo AMOR!! Obrigada por estar sempre perto!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s