galeria A Aurora da Nossa Vida

Quantas recordações guardamos
Nas alamedas floridas
De nosso jardim interno
…as crianças sabem onde fica

Na arrogância do outono
A recordação do que fomos…
Acaba por extinguir-se
Restando apenas as cinzas

A cada ano que passa
O outono se torna
Mais seco e escuro
Acalentando apenas
As amargas recordações!

Não mais regamos
Os canteiros cultivados
Com tanta alegria
Pela criança que fomos

As nossas
Mais cuidadas lembranças
Sobrevivem a todos os outonos
Aconchegando nosso caminho…

Quando a aurora de sua
De sua vida chegar
Relembre cada momento que viveu…
Sinta a mão do Criador!

Poeta Estelar


“ Cada momento é único, seja vivido por uma criança ou por um adulto. O tempo não retrocede, mas lembranças são guardadas no âmago de cada espírito, aguardando o momento de serem resgatadas, seja nesta, seja em outra vida. Caso, não se dê o devido peso a um acontecimento, este tende a se dissipar nas brumas do tempo, nesta e em outra vida. Saudar, aplaudir, vivenciar com alegria, tudo de bom que Deus permite que nos seja direcionado é guardar para a eternidade um fato que jamais se repetirá.”
Amigo da Luz
Membro da Plêiade do Amor Universal

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s